Folha: TV Digital só ‘pega’ bem em 1/3 da cidade de São Paulo

Várias matérias na edição de domingo da Folha de São Paulo (no caderno Dinheiro, e não na Ilustrada ou no Mais!) abordam problemas de recepção do sinal da TV Digital na cidade de São Paulo, até agora a única com transmissões regulares no país. A Folha Online tem um resumo, que reproduzo abaixo:

Um estudo da Philips mostra que o sinal digital das TVs abertas é falho em 33% dos 103 pontos da Grande São Paulo medidos pela empresa. Com isso, a cobertura da TV digital só é satisfatória em 2 milhões dos 5,5 milhões dos domicílios da região metropolitana, informa o colunista Daniel Castro em reportagem publicada neste domingo pela Folha.

O estudo mostra que, dependendo da localização do televisor e do material usado no imóvel (paredes muito grossas, por exemplo), o usuário pode ter que instalar uma antena externa para receber um bom sinal.

A pergunta é: em uma televisão analógica tradicional o mesmo não se aplicaria? Curiosamente, a matéria não traz a informação de como estas dificuldades de recepção se comparam com a recepção da televisão analógica padrão. Contando com antenas de características semelhantes, internas ou externas, quem ‘pegaria’ melhor? A televisão analógica ou a digital?

O estudo da Philips mencionado na matéria é um site bastante informativo, que inclui um mapa de São Paulo que indica os pontos e intensidades de recepção. RT.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em SBTVD

3 Respostas para “Folha: TV Digital só ‘pega’ bem em 1/3 da cidade de São Paulo

  1. Sandra

    Levar em consideração: Fobia tecnológica.
    Quantos destes domicílios têm a instalação correta dos equipamentos para a recepção da TV Digital? O Site da Philips ironiza dizendo que não precisa ser nenhum gênio para instalar o decodificador, no entanto, ao clicar no link que abriria o passo a passo a tela não abre, ou seja, não esclarece nem instrui.
    Os consumidores da TV Digital precisam ser ensinados.

  2. rtietz

    Olá Sandra! Tens razão. A matéria não se aprofunda nesses quesitos também.

    Acho que temos que levar em conta também uma espécie de “ressaca” das promessas feitas. Certamente nenhuma tecnologia sai ao mercado 100% madura e à prova de ajustes, mas com as grandes promessas feitas no lançamento da TV Digital, era possível ver que em algum momento as promessas seriam checadas com a realidade e então as críticas seriam inevitáveis.

  3. Oi Roberto,

    Em condições “ideais”, a TV digital é superior a “média analógica”.

    Em condições “sofriveis”, a TV analógica funciona mal, mas funciona. Quanto ao sistema digital, nessas condições, “desmorona”.

    A TV analógica renova todos os detalhes de uma imagem a cada quadro transmitido, enquanto a TV digital “forma uma imagem” e depois, apenas “atualiza” os detalhes do referido quadro.

    Logo, o sistema analógico é “mais redundante”, recupera-se mais rápido numa “quebra de sinal”.

    No entanto, a TV digital é mais economica: num canal ocupado por um programa analógico cabem de quatro a seis programas digitais.

    O sinal de TV transmitido pelos carros de fórmula um é analógico e passa por um tratamento digital após a recepção.

    O sistema analógico em uso no Brasil (PAL-M) é o mais robusto de todos, inclusive quanto à fidelidade de cor.

    Os problemas da incipiente TV digital serão resolvidos com a adição de “feeders”, isto é torres de transmissão auxiliares, para cobrir “áreas de sombra” , sinais débeis e áreas de interferências .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s